Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Prevenindo-se do Escândalo

Escândalo, no Novo Testamento, vem de skandalizo (no original grego) e significa conduzir alguém a tropeçar, servir de motivo para levar alguém a pecar e a apostatar da fé.
É sempre neste sentido que a palavra é usada no Novo Testamento.
Há passagens em que são citadas situações em que se encontra implícito o uso da citada palavra, como o texto de Gálatas 4.13,14, no qual o apóstolo Paulo afirma que a enfermidade física que tivera não serviu de motivo de tropeço para os cristãos da Galácia, apesar de poder ter sido uma fonte de tentação para eles quanto a um possível recuo na fé, por pensarem que não havia cuidado ou poder da parte de Cristo, em relação a Paulo, por ter permitido que se encontrasse em tais circunstâncias.

Gál 4:13-14 E vós sabeis que vos preguei o evangelho a primeira vez por causa de uma enfermidade física.
, posto que a minha enfermidade na carne vos foi uma tentação, contudo, não me revelastes desprezo nem desgosto; antes, me recebestes como anjo de Deus, como o próprio Cristo Jesus.”

Os gálatas tiveram a oportunidade de aprenderem com a enfermidade de Paulo, que a conversão a Cristo não significa a supressão de problemas, tribulações, aflições.
Ao contrário, a fidelidade ao Senhor precipitará tais ocorrências, evidentemente, estando todas elas debaixo do Seu controle.

Para prevenir os apóstolos, de uma possível apostasia, em razão das perseguições que sofreriam depois da partida de Jesus para o céu, Ele lhes declarou explicitamente tudo o que lhes sucederia, para que quando estivessem debaixo daquelas aflições, não recuassem na fé, por pensarem que o Senhor lhes havia abandonado, ou não teria poder suficiente para guardá-los do mal.
“João 16:1 Tenho-vos dito estas coisas para que não vos escandalizeis.
João 16:2 Eles vos expulsarão das sinagogas; mas vem a hora em que todo o que vos matar julgará com isso tributar culto a Deus.”

Quando João Batista estava na prisão e pediu aos seus discípulos que perguntassem a Jesus se Ele era o Messias, provavelmente por ter titubeado em relação ao martírio que estava sofrendo por pensar que o poder do Messias com todas as promessas de bênçãos para todos os que nEle cressem, não estava funcionando no seu caso.
Por isso, ao ter curado várias pessoas na presença dos discípulos de João, nosso Senhor declarou o seguinte:

Mat 11:6 E bem-aventurado é aquele que não achar em mim motivo de tropeço.”
(Esta palavra tropeço foi vertida da mesma palavra grega skandalizo, usada nos demais textos onde foi traduzida por escândalo.)

Quanto à intensidade e gravidade das tribulações do tempo do fim, nosso Senhor já nos alertou previamente, para que não nos escandalizemos, porque isto sucederá a muitos, por pensarem que Deus está dormindo, em razão da grande multiplicação da iniquidade e da maldade no mundo, especialmente contra aqueles que sustentarem o testemunho da Sua Palavra.
Mat 24:10 Nesse tempo, muitos hão de se escandalizar, trair e odiar uns aos outros;”
Todavia, quer neste tempo referido, ou mesmo em qualquer época, há um juízo predito sobre todo aquele que servir de motivo de tentação para outros, para que se desviem da fé no Senhor, ou que impeçam a outros de se aproximarem dEle, para exercerem fé no Seu nome.
Mat 18:7 Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é inevitável que venham escândalos, mas ai do homem pelo qual vem o escândalo!”
Rom 14:13 Não nos julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tomai o propósito de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão.”
O único tipo de escândalo que é justificado por Deus, é aquele que decorre da pregação da genuína mensagem de Cristo crucificado, porque são muitos os que acham nEle, causa de tropeço, conforme está profetizado nas Escrituras, por não aceitarem a ideia de como poderia Deus ter morrido numa cruz no lugar dos pecadores, ou então por acharem nisto motivo de fraqueza, de impotência em Jesus para salvar a Si mesmo.
I Cor 1.23 mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios;”
Gál 5:11 Eu, porém, irmãos, se ainda prego a circuncisão, por que continuo sendo perseguido? Logo, está desfeito o escândalo da cruz.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário