Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

O Sábio e Poderoso Controle de Deus nas Nossas Aflições

“Acaso, é esmiuçado o cereal? Não; o lavrador nem sempre o está debulhando,” – (Isa 28:28)

A debulha da aflição não tem por propósito causar qualquer dano ao homem interior do cristão, porque o grão será mantidoíntegro na debulha, e dele nada se perderá, senão somente a sua casca e palha.
O trabalho do lavrador não é somente o de debulhar, mas também de preparar a terra, cultivá-la, plantar a semente e cuidar da plantação até que chegue o tempo da colheita.
Ora, assim também procede em relação aos cristãos o Grande Agricultor que é Deus.
As aflições dos homens ímpios torna-lhes mais orgulhosos, mas aquelas aflições que nos levam a orar mais e que nos levam para mais perto de Deus, tornando-nos mais semelhantes a Cristo, estas são aflições abençoadas.

Por isso Davi disse: “Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos.” (Sl 119.71)
Todas as aflições dos cristãos estão debaixo do controle de Deus, porque ele não permitirá que a pressão sobre o grão não exceda a medida adequada, de modo a não prejudicá-lo. Como dissemos antes, o seu objetivo é apenas o de remover o que não serve, a saber, a casaca do pecado, a palha dos maus hábitos e tudo aquilo que impede o crescimento da graça que foi plantada por ele nos nossos corações.

“Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.” (I Cor 10.13)
Temos um amplo testemunho nas vidas de muitos cristãos que sairam muito melhorados espiritualmente de suas aflições.

É no nosso aperfeiçoamento espiritual até à plena semelhança com Cristo que Deus está interessado, porque foi para este propósito que ele nos criou.
Quando usamos a fé que professamos para outros fins, estaremos certamente mercadejando a Palavra de Deus para objetivos interesseiros egoístas pecaminosos que afastarão os nossos ouvintes para muito além deste alvo proposto pelo Senhor para aqueles que desejam se aproximar dele.
Assim, a paciência é recomendada na Bíblia para todas as aflições que experimentarmos porque é para este propósito que as provações nos são enviadas por Deus.

“Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes.” (Tiago 1.3,4)
Se não nos armarmos do pensamento que devemos ser pacientes na tribulação e depositar toda a nossa confiança no Senhor, para sermos fortalecidos pela sua graça, certamente interromperemos a ação da nossa perseverança que deve ser completa, para que sejamos aprovados em nossas tribulações.

Devemos também nos encorajar com o pensamento verdadeiro de que estas aflições são designadas para durarem uma temporada, caso necessário, com vistas ao refinamento da nossa fé,I Pedro 1.6. Assim, devemos nos consolar com a certeza de que Deus proverá o escape, como ele tem sido fiel em fazê-lo com todos os seus servos ao longo de toda a história da Igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário