Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

domingo, 9 de fevereiro de 2014

O Atleta Cristão

“Mas esmurro o meu corpo e o reduzo à escravidão, para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado” (1Coríntios 9:2)

Todo atleta para conseguir ser um vencedor necessita de muita dedicação, envolvendo algumas características imprescindíveis para obter suas conquistas. No texto mencionado, tem em seu contexto Paulo falando aos Coríntios sobre os jogos olímpicos, o que era algo bem familiar aos gregos. Ele estava fazendo uma relação dos jogos com a vida cristã, pois queria que entendessem a realidade que é servir a Deus e o quanto deve ser levado a sério se quisermos alcançar a vitória dentro da ótica de Deus em sua aprovação.
Podemos dizer que como atletas de Cristo precisamos de 3 (três) requisitos para termos êxitos nessa caminhada.
Primeiro, para termos conquistas na caminha da fé, é necessário ter disciplina. A primeira parte do texto Bíblico diz: “Mas esmurro o meu corpo”. A palavra esmurro vem do grego υπωπιαζω [hupopiazo] que também significa: espancar, tratá-lo rudemente, discipliná-lo pelo sofrimento. Sendo assim, necessário disciplinarmos o nosso corpo se quisermos fazer a vontade de Deus.
Nem sempre se espera o prazer de algo para ser realizado.
Muitos não oram, ou não leem a Bíblia por dizerem não “gostar” e por diversos motivos. A grande questão, é que todo aquele que professa ter Cristo precisa fazê-lo como disciplina. Aquilo que a princípio pode parecer torturante, revelar-se-á como algo prazeroso, principalmente pelos efeitos que tal prática produz.
O que então precisamos fazer para agradar o Senhor? Não podemos encarar esse fato como algo a ser levado de qualquer maneira. Toda vitória vem pela conquista de uma luta, isto é, não existe vitória sem luta. É preciso “suar a camisa”, “dar o sangue” se quisermos determinadas vitórias. Jacó precisou lutar com o Anjo do Senhor para ser abençoado.
Segundo, precisamos nos sujeitar. O texto também diz: “e reduzo o meu corpo à escravidão” A palavra escravidão vem do orinial grego que significa: δουλαγωγεω [doulagogeo], conduzir a escravidão, tratar como escravo. Já não é mais a vontade própria que prevalece, antes, a vontade de Deus, uma vez que nessa carreira o que se compete é fazer a vontade de Deus.
A Bíblia diz em 1Co.9:25 “Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porem, a incorruptível.” Um atleta só conquista o pódio depois de muito treino, de muito sacrifício, muita renúncia e horas e horas de dedicação para tal mérito. Ele se domina pelo desejo de vencer e alcançar a Medalha de Ouro, contudo a Palavra de Deus nos chama a atenção para o prêmio daquele que corre com Cristo a carreira da fé. O prêmio é uma coroa incorruptível, se referindo a Eterna Salvação. aquilo que dinheiro algum pode comprar. Nada supera esse prêmio. Por isso, vale apena todo esforço para fazer a vontade de Deus.
Muitos atletas se gastam para dar o seu melhor no esporte que praticam. Talvez alguém diga. Mas eles ganham para isso, por isso o fazem. Seria então o dinheiro a motivação para fazermos algo para Deus? O que Deus concede ao pecador como a salvação não é maior que qualquer valor?
E em Terceiro, precisamos ser aprovados. Todos esses desafios têm como propósito alcançar a aprovação de Deus. A parte final do verso diz: “para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado”. A palavra desqualificado vem do grego αδοκιμοσ [adokimos] que significa: não resistindo a teste, não aprovado, desqualificado, desaprovado, falso.
De nada adianta ter corrido, mas ter corrido em vão. Não importa o que fazemos se não tivermos a aprovação do Senhor, isto é, acabar sendo desclassificado. É por isso que todo esforço empenhado tem a sua recompensa. A alegria de um atleta poder segurar a medalha supera todo desgaste sofrido em seu treinamento, assim, toda renúncia é com um nada comparado ao prêmio que temos em Cristo.
O Pr. John Piper diz: Estar desqualificado significa que Cristo não está em você. Que a sua corrida está sendo em vão.
Temos o desafio de ser aprovados por Deus, e temos a certeza de que Deus proporcionará todos meios cabíveis para isso, resta somente que nos dediquemos ao máximo, disciplinando o nosso corpo, subjugando-o, para que alcancemos a aprovação do Senhor, vivenciando a grande vitória com Cristo já alcançada na Cruz do Calvário.
Deus abençoe a todos.
Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário