Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Inabaláveis

Não foi sobre os nossos ombros que Deus colocou a responsabilidade de produzir a nossa salvação, de modo que alcancemos a vida eterna. De tão acostumados que estamos com a ideia de mérito e valor pessoal para que possamos satisfazer a outros, temos muita dificuldade para reconhecer esta verdade bíblica, todavia, no que concerne à nossa salvação eterna, Deus o faz não pelos nossos méritos e valor, mas exclusivamente pelos de Jesus.

Conhecendo a nossa condição fraca e inábil em decorrência do pecado, Ele planejou e executou um plano perfeito que não demandaria de nós qualquer esforço para termos os nossos pecados perdoados, sermos justificados e regenerados, que são as operações básicas da graça que está em Jesus para nos salvar.
Uma vez tendo sido salvos, a mesma graça continuará operando para a nossa santificação, e esta também somente é possível se permanecermos em comunhão com Jesus, porque, afinal, foi nEle, que Deus Pai colocou tudo o que necessitamos para sermos transformados à Sua imagem e semelhança, obtendo vitória sobre a carne, o diabo e o mundo.
Por isso devemos olhar para Jesus tanto para sermos salvos, quanto santificados. É por estarmos revestidos dEle, da Sua força e poder que somos tornados agradáveis a Deus. O que se requer de nós é disciplina, esforço e diligência para não nos desviarmos da comunhão com Deus, dos mandamentos de Deus, e não resistirmos à operação da sua graça santificadora em nossos corações.
Afinal, fomos libertados para uma liberdade de um senhorio terrível que era o do pecado e do diabo; de modo que agora não devemos mais fazer provisão para a carne, senão para que sejamos plenamente enriquecidos pela Palavra da verdade.

Mas, em todo caso, tão firme é a condição em que todo crente se encontra, por estar nesta Rocha de um eterno fundamento, que nada poderá separá-lo desta união com o Seu amado Salvador e Senhor. Jamais poderíamos produzir esta firmeza, e por isso Deus nô-la concedeu gratuitamente, por meio do nosso arrependimento e fé. Esta é a boa nova do evangelho.
Há uma salvação segura e eterna, uma união indissolúvel do crente com Jesus. Deus determinou que seria assim, e assim será para todo o sempre. E nenhum poder opositor deste mundo, ou qualquer outro que se possa referir, poderá prejudicar ou anular o que Deus fez em favor do pecador que confia a Cristo a sua vida, para se tornar um filho amado de Deus. As próprias tribulações estão cooperando para o cumprimento do plano divino, porque trabalham para o nosso aperfeiçoamento e crescimento espiritual na graça e no conhecimento de Jesus.
Jesus destruiu o senhorio que o pecado detinha sobre as nossas vidas, quando morreu na cruz levando sobre Si todos os nossos pecados. Por isso se afirma nas Escrituras que nada poderá jamais separar o crente do amor de Deus que está em Cristo Jesus.
Glórias sejam dadas ao Seu santo nome para sempre porque não nos criou para o infortúnio ou para a condenação, mas para que tivéssemos a vida eterna abundante que encontramos somente em Jesus Cristo.

“Mas graças a Deus porque, outrora, escravos do pecado, contudo, viestes a obedecer de coração à forma de doutrina a que fostes entregues; e, uma vez libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça.” - Romanos 6:17-18
Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário