Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

domingo, 13 de dezembro de 2015

A Obra de Deus É Dirigida por Ele

Uma obra que é genuinamente de Deus será conduzida e governada por Ele próprio, e nós seremos apenas Seus instrumentos. Enquanto fazemos muitos planos e procuramos prevalecer em muitas frentes que não foram planejados e abertos pelo Senhor, ainda estamos fazendo a nossa obra e não a dEle.

A obra de Deus é dirigida por Ele, e somente por Ele. Josué é general mas deve se submeter ao Príncipe dos exércitos do Senhor. Ao generalíssimo dos Seus exércitos tanto do céu, quanto da terra. E Jericó deve ser subjugada pelos planos de guerra que recebermos de Suas mãos em inteira submissão a Ele, tal como fizera Josué.
Assim é todo aquele que guarda o seu coração porque será diligente no trabalho de Deus, porque o terá recebido dEle próprio. Não estará fazendo a sua própria obra, mas aquela da qual foi encarregado pelo Senhor a fazer, tal como a que Neemias fez em Judá.
Esta pessoa não será confundida pela falta de pensamentos, e a sua língua não estará presa pela falta de palavras. Deus dará abundantemente ministrações àqueles que andam humildemente na Sua presença, guardando o coração deles incontaminado do mal.
O desejo desta pessoa nunca será pregar a si mesmo, seu próprio conhecimento, suas virtudes, senão somente a Cristo, pois sabe de quantas corrupções o seu coração tem sido livrado e limpo por Ele. Sabe que não há nada para gloriar-se em si mesmo, senão somente em Cristo. E todo o desejo do seu coração é portanto o de exaltá-lo, com a mais profunda gratidão.
Estes ministros brilham com a luz de Cristo, mas sabem que são estrelas seguras nas Suas mãos. Que estão a serviço dEle e debaixo do Seu domínio. E temem e tremem em falar e agir de modo diferente do que Ele lhes tenha ensinado e revelado.
Guarde seu coração fielmente e você estará preparado para qualquer situação à qual você for chamado. Você estará contente em Deus em toda e qualquer circunstância. Seja na prosperidade, seja na adversidade, porque o poder do Senhor e a Sua graça estarão com você e isto lhe será mais do que suficiente para mantê-lo completamente contente na Sua presença, e até mesmo exultante e gloriando-se nas próprias tribulações, porque verá que em vez de afastá-lo do Senhor elas o trouxeram para mais perto dEle.
Quem tem experimentado isto já não está mais preocupado com os seus próprios interesses, senão com os de Deus, e conhecerá que este interesse divino é o de ganhar almas e edificá-las na verdade, e assim, este será todo o negócio das vidas daqueles que têm se separado para o Senhor nesta verdadeira santidade.
Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário