Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

sábado, 12 de dezembro de 2015

E se você soubesse?

Se a salvação do mundo estivesse no sangue do seu filho único e amado, o que você faria? E se você soubesse que ele seria castigado mesmo sendo inocente, e se soubesse que iriam cuspir no seu rosto; que iriam prega-lo em uma cruz.

E se você soubesse que o seu único filho deveria ser morto, para que o mundo inteiro fosse salvo da perdição; o que você faria? Pai, mãe, o que vocês fariam? Depois de criar o seu filho com amor e cuidado, depois de ensina-lo todas as veredas da justiça… e ele ser um filho reto, íntegro, um filho que nunca te envergonhou, o filho que você sempre quis ter. O que você faria, se recebesse essa notícia?
Pois saiba que “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16).
Amado, Deus sabia de tudo que Seu filho amado iria padecer. Ele sabia de tudo que iria acontecer ao Seu unigênito. e, ainda assim, O entregou. Por amar a mim, por amar a você, por amar a todos, inclusive por amar ao Seu filho, Ele o entregou para ser morto na cruz. A ovelha muda, que fez a vontade do Pai amado. Jesus sofreu por mim, sofreu por você, sofreu pelas prostitutas e pelos homossexuais. Jesus sofreu pelos doentes e pelos perdidos. Jesus sofreu pelos judeus e pelos gentios. Jesus sofreu por toda humanidade.
E como a humanidade o trata, hoje? Como a humanidade trata o Jesus morto na cruz e ressurreto no terceiro dia? Muitos dão mais razão e tempo à sua doutrina, ao seu ensino, à sua denominação, à sua família, à tudo…menos à Cristo. Muitos preferem construir um ‘bezerro de ouro’, do que adorar aquele que criou o ouro e o artífice. Muitos seguem à um deus morto, mudo, cego. E não se prostram à um Deus santo, justo e tremendo. Outros, ainda, negam a sua existência, negam a sua morte ou negam a sua ressurreição.
E se você soubesse que a morte de seu filho fosse ser tratada,por muitos, com ignorância, o que teria feito?
Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário