Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

domingo, 10 de julho de 2016

NÃO LEVANTE MONUMENTO À SUA DOR

“Não me chameis Noemi; chamai-me Mara, porque grande amargura me tem dado o Todo-poderoso”Rt 1.20
A vida é como uma estrada cheia de curvas. Há incidentes e acidentes. Há pranto e dor. Somos golpeados por muitas aflições. Mas, o sofrimento não é permanente. Vai passar. A palavra de Deus diz que a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória e que o sofrimento do tempo presente não pode ser comparado com as glórias futuras. Por isso, não levante monumentos à sua dor.
Você deve alegrar-se por passar por diversas provações, porque o propósito dessas dificuldades é aperfeiçoar você. Os acontecimentos da sua vida não estão fora de controle. As rédeas da sua vida estão nas mãos do Deus vivo. Noemi, depois de perder seu marido e seus filhos em terra estrangeira, resolveu mudar de nome. Seu nome significa feliz, mas ela mudou seu nome para Mara, cujo significado é amargura. Ela ergueu um monumento permanente à sua dor. Ela olhou para Deus como o causador de suas tragédias e nem sabia que por trás daquela providência carrancuda Deus estava sorrindo para ela, preparando-lhe uma linda história.
Sua nora seria bisavó do grande rei Davi e ancestral do Messias. Aquilo que parecia uma tragédia, transformou-se em triunfo bendito. Descanse na providência de Deus. Ele está trabalhando por você e não contra você.
Referência para leitura: Rute 1.1-22

Nenhum comentário:

Postar um comentário