Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

quinta-feira, 14 de julho de 2016

O Poder da Manada

Sabe aqueles documentários que passam na TV, relatando a vida dos animais? Pois é, um dia desses assisti um que narrava a vida dos elefantes, seus costumes, suas maneiras de se organizarem e viverem. São animais muito inteligentes e que vive em grupos, em manadas, um ajudando o outro e um perto do outro. Quando um deles se afasta do grupo, logo o seu líder vai ao seu encontro e o traz para perto.

Assim também devemos viver, de forma organizada em comunhão uns com os outros. Há um poder de Deus ministrado a todo aquele que vive em comunhão com o seu irmão (Salmo 133:1). O simples fato de estar ali, com aquelas pessoas e em comunhão, vivendo em sintonia com aqueles que buscam a mesma fé em Deus, tem o mesmo objetivo e sonham os nossos sonhos, traz pra perto de nós as bênçãos de Deus e Sua maravilhosa vontade.
Você já ouviu a frase do tipo: eu não preciso da igreja (templo) pra ser salvo? De fato, porém, precisamos da comunhão dos santos para que Deus nos Abençoe, e acho difícil ter comunhão com Deus sem estar com os irmãos. O diabo odeia ver a comunhão dos santos e faz de tudo para que não haja. Há sempre uma briga de casais antes dos cultos, uma desavença, uma visita inesperada e outros impedimentos para que não vamos à igreja. E, muitas vezes, erramos quando deixamos de ir, seja porque estamos brigados ou por algum problema de saúde. Ai que deveríamos ir mesmo, pois lá é o lugar onde Deus ordena a sua bênção (Salmo 133:1;3).
O povo de Deus estará mais forte quando as primeiras filas das cadeiras dos templos forem disputadas a todo custo, estar mais próximos do altar para ouvir melhor as pregações e não dizermos amém a tudo que se fala nos púlpitos, sem antes termos a certeza que o que falam condiz com a Palavra do Senhor, ouvir e cantar melhor os hinos de louvor e agradecer a Deus por tudo que Ele fez e está fazendo por nós, sem olhar para esquerda ou para a direita, sem saber se o irmãozinho de trás ou dos lados está em pé ou sentado, se ele ri ou se chora na presença de Deus, pois é o momento dele com Deus e o meu também.
E, enquanto reverente oro a Deus, louvo por a Sua grandeza e, mesmo com muitos problemas, decido engrandecer Seu nome e exaltar Sua majestade, faço aquilo para o qual fui criado: para o louvor de Sua glória (Efésios 1:1;6) . Creio que nestes momentos, o Senhor chama um dos Seus anjos e dá a seguinte ordem: Vá e lute por ele, faça de tudo para que não cessem seus louvores a mim, destrua aqueles inimigos que tentam contra sua vida, abra toda porta que estiver fechada e feche aquelas que não eram pra estarem abertas, restaure seus relacionamentos, sarem todas as suas feridas e tragam saúde, prosperidade e paz para ele e seus queridos.
Eu sinto prazer em suas orações e louvores, pois vejo nele um coração contrito e um espírito quebrantado e fico muito feliz por estar em comunhão Comigo e com os irmãos, assim diz o Senhor!
Bênção e maldição são provenientes da mesma fonte: DEUS. Presença de Deus nas nossas vidas é bênção para nós, assim como a Sua ausência, com certeza, nos traz todo tipo de maldição. Quanto mais próximos da LUZ estivermos, menos trevas haverá em nossas vidas.
A igreja é o lugar onde aprendemos a servir outras pessoas. Todos nós, quando aceitamos a Cristo, logo decidimos servir a Deus. Deus não precisa ser servido diretamente, Ele tem Seus anjos à Sua disposição e a forma de servi-Lo é servindo ao próximo, seja na igreja, nas ruas, no trabalho, na escola, em casa com a família. Ele mesmo nos deu o exemplo lavando os pés dos apóstolos e, após finalizar, disse: Vocês entendem o que fiz com vocês? Todos vocês me chamam de Senhor e Mestre e dizei-o bem, porque Eu o Sou. Ora, se Eu, o Senhor e Mestre vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros, porque Eu vos dei o exemplo, para que, assim como Eu fiz, façais também. (João 13: 12;15)
Há um poder sobrenatural nesta “manada santa”, quando estamos todos em comunhão uns com os outros, num mesmo espírito, com os mesmos propósitos e buscando ao Senhor. As hostes do mal e que operam nas regiões celestes olham para essa comunhão e tremem de medo, pois onde há dois ou mais reunidos em nome do Senhor e louvando Seu nome, Ele habita no meio desses louvores e é nessa comunhão que Seu poder é revelado a nós, Portando, amado(a) irmão(ã) não despreze esta comunhão, não deixe de ir a esta comunhão.
Ao término de um dos nossos cultos, meu filho me perguntou: papai, acabou o culto? Eu disse: não meu filho, o culto recomeça ao atravessarmos àquela porta, pois deixaremos de ser igreja fixa e seremos igreja itinerante!

Nenhum comentário:

Postar um comentário