Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

A justiça se revela no evangelho

“Visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé”Rm 1.17
A mensagem do evangelho proclama Cristo, e este crucificado. A cruz é o centro do evangelho. A morte substitutiva de Cristo é o eixo de toda a revelação bíblica. Cristo não foi à cruz porque sucumbiu ao poder religioso e político de sua época. Ele não foi à cruz como o mártir de uma causa. Ele não foi à cruz para possibilitar a nossa salvação, mas para consumar a nossa salvação. Ele morreu em nosso lugar. Ele morreu pela sua igreja, pelas suas ovelhas, pela sua noiva.
Sua morte foi vicária, pois levou sobre si, no madeiro, todos os nossos pecados. Ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades. O castigo que nos traz a paz estava sobre ele e pelas suas pisaduras nós somos sarados. Na cruz, Deus satisfaz plenamente sua justiça e toda a sua lei foi cumprida. Cristo morreu pelos nossos pecados. Ele pagou a nossa dívida.
Todos aqueles que nele creem estão quites com a lei de Deus e com a justiça de Deus. Todos aqueles que nele creem estão justificados. Já não pesa nenhuma condenação sobre eles, pois a justiça de Deus é colocada na conta deles. A cruz é a máxima demonstração do amor de Deus pelos pecadores e a máxima manifestação da justiça de Deus punindo nossos pecados. Na cruz de Cristo a justiça e a paz se beijaram.
Referência para leitura: Romanos 3.21-31

Nenhum comentário:

Postar um comentário