Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

terça-feira, 25 de outubro de 2016

REAVIVAMENTO E ORAÇÃO


“Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele”At 1.14
Reavivamento é fome de Deus. Há uma estreita conexão entre reavivamento e oração. Deus derrama água sobre o sedento e torrentes sobre a terra seca. O Espírito Santo é derramado sobre aqueles que anseiam por Deus e o buscam em oração. Reavivamento não é sede de bênçãos, mas sede do abençoador. Não é sede de coisas, mas sede de Deus. Por isso, nenhum reavivamento aconteceu sem ser precedido por oração.
Antes de Deus derramar o seu Espírito, ele derrama sobre a igreja o Espírito de súplicas. Os grandes reavivamentos foram precedidos por oração. O Pentecostes aconteceu depois de uma reunião de oração no Cenáculo. O reavivamento na Inglaterra, no Século 18, foi fruto de uma intensa reunião de oração na Universidade de Oxford. O reavivamento dos Estados Unidos, no Século 19, veio em resposta às orações da igreja. O país todo era uma seara em chamas!
O reavivamento do País de Gales, em 1904, veio como resultado de uma fervorosa reunião de oração em Lagour. O reavivamento coreano foi fruto de intensa oração. A oração é tanto a raiz como o fruto do reavivamento. Por meio da oração, ele chega e através da oração ele permanece. Sem oração, a igreja perde o fervor. Sem oração o fogo se apaga no altar. Sem oração, a igreja perde o poder do Espírito.
Referência para leitura: Atos 1.1-14

Nenhum comentário:

Postar um comentário