Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

A ORAÇÃO E O ENTÃO


“Então, naquela mesma noite, saiu o Anjo do Senhor e feriu, no arraial dos assírios, cento e oitenta e cinco mil…”2Rs 19.35a

O Senhor já havia confirmado pela boca do profeta Isaías que Senaqueribe seria derrotado. Talvez Ezequias esteja preocupado com a aparente demora do cumprimento da profecia de Isaías. Até aquele momento nada havia sido feito para derrotar Senaqueribe. Até que Ezequias estende sua carta perante o Senhor! Ezequias ora e então Deus responde. O Anjo do Senhor destrói um exército de 185 mil soldados assírios.

O cumprimento da promessa de Deus se deu pela instrumentalidade da oração de Ezequias. Ezequias ora, então Deus ouve, responde e age. Em seguida, mais precisamente em 2Reis 20, Ezequias ora e Deus o cura de uma doença mortal. O profeta Isaías ora e Deus faz com que a sombra de um relógio de pedra, que avança gradualmente com o movimento do sol, retroceda imediatamente. Milagres acontecem à medida que o povo de Deus clama.

A oração não muda a vontade de Deus, mas a oração também é uma ferramenta que o Senhor usa para manifestar a vontade soberana dele sobre a vida do seu povo. Por intermédio da oração Deus cumpre seus planos eternos na história. Não suponha que sempre que orar Deus, necessariamente, realizará os milagres que você espera que ele faça. Porém, acredite que o Senhor é Todo-poderoso e pode fazer milagres através da oração sincera.
Referência para leitura: 2Rs19.14-19

Nenhum comentário:

Postar um comentário