Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

domingo, 5 de fevereiro de 2017

O ALTAR E O TRONO


“E da mão do anjo subiu à presença de Deus a fumaça do incenso, com as orações dos santos”Ap 8.4
A oração conecta o altar da terra ao trono do céu; une a fraqueza humana à onipotência divina. As orações sobem do altar para o trono e descem do trono em forma de ações soberanas de Deus na história. Quando oramos tornamo-nos corregentes com Deus no governo do universo. Deus, sendo soberano, escolheu agir por intermédio das orações do seu povo. Deus responde às orações do seu povo e por meio delas cura, liberta, salva, transforma ou exerce seu juízo sobre as nações. Nenhuma oração é desperdiçada. Nenhum clamor, feito com o coração quebrantado, em nome de Jesus, fica sem resposta.
A oração não é apenas um exercício espiritual para nos fazer sentir bem; é a arma mais poderosa da terra. Com ela tocamos o mundo inteiro. Quando oramos, Deus trabalha. A oração aciona o braço do Onipotente. Quando oramos, a terra abraça o céu e do céu vêm as soberanas intervenções de Deus para dentro da história. Oh, que privilégio é orar a Deus! Por meio de Cristo, temos sempre livre acesso à sua presença.
Falamos confiadamente com Deus como um filho se dirige a seu pai. Pela oração entramos na sala do trono e falamos com aquele que está assentado na sala de comando do universo. Orar é o mais esplêndido dos privilégios e a maior de todas as responsabilidades!
Referência para leitura: Apocalipse 8.1-6

Nenhum comentário:

Postar um comentário