Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

quinta-feira, 16 de março de 2017

O Verdadeiro Propósito da Vida – Quinto Dia



VIDA ESPIRITUAL

“Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.” (Rom 8:2)

Duas leis são aqui citadas, a lei do pecado e da morte, e a lei do Espírito da vida em Cristo Jesus. A primeira nos leva para baixo como uma corrente fatal e irresistível. A segunda vence a queda e nos levanta em justiça e vida.

Uma simples ilustração do mundo natural fixará estas leis vividamente em nossa imaginação.
A lei da gravidade faz com que um corpo pesado caia no chão. Sob essa lei minha mão cairia desamparada se fosse paralisada e privada de vida. Mas há uma lei maior do que a que reside em minha vontade. É a lei da vida e no exercício desta lei eu sou capaz de levantar minha mão e usá-la segundo a minha vontade.

De igual maneira o coração natural é impotente sob a lei do pecado e da morte e nós somos varridos pela corrente da tentação e do impulso de nossa depravação natural para o mal. Mas a graça de Deus introduz uma nova lei no coração humano, a lei da vida, a vida de Cristo, e através do poder deste novo princípio somos capazes de vencer as tendências de nossos corações naturais.

O apóstolo retrata vividamente a operação destas duas leis no sétimo e oitavo capítulos de Romanos. Toda a força de sua vontade própria, ainda que ele fosse um homem regenerado, não era suficiente para vencer a tendência da velha lei do pecado e da morte.
“Vejo outra lei nos meus membros”, ele clama: “guerreando contra a lei da minha mente, e me levando cativo à lei do pecado que está nos meus membros. Oh, miserável homem que eu sou, quem me livrará do corpo desta morte!”
É então que a visão de Cristo aparece e ele exclama: “Graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor”. Ele logo após resume a filosofia de sua mudança sobrenatural na linguagem do nosso texto “A lei do Espírito da vida em Cristo Jesus , te livrou da lei do pecado e da morte.”
Muito sinteticamente esta lei significa:
1. Um novo princípio de vida, uma força vital, um impulso espontâneo e automático, que irresistivelmente vence a corrupção da natureza caída e traz os frutos de justiça tão naturalmente como a videira viva dá o seu fruto, ou como um homem que vive conduz a si mesmo e a seus encargos também.

2. A vida de Jesus Cristo. Esta não é uma mera vida humana, nem mesmo a nova vida da alma convertida, mas o Cristo vivo se unindo a nós e revivendo a Sua própria vida em nós.
3. Tudo isso é provocado e tornado real pelo Espírito Santo, que vem como o Espírito da vida em Cristo Jesus, e nos une ao Salvador, e nos capacita a viver a Sua vida dia a dia. Assim, o testemunho do apóstolo é cumprido: “Vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim”.
Caro amigo, você está provando uma experiência sem esperança de viver uma vida cristã ideal baseada em meros princípios éticos? Você está tentando traduzir o Sermão do Monte em sua experiência por mera força de vontade e hábito?

Você está se esforçando para viver o exemplo do Senhor Jesus Cristo simplesmente colocando seus pés em seu pés em suas pegadas e tentando copiar seu exemplo?
Você está fadado à decepção. Ideais não podem produzir isto. Exemplos não vão fazê-lo. Princípios éticos não irão fazê-lo. A maior e a mais pura das intenções não vai fazê-lo.
É exigido um poder divino para viver a vida divina.

O segredo foi dado há muito tempo pelo profeta Ezequiel em sua mensagem para aqueles a quem ele tinha prometido um novo coração e um espírito reto.

Mas esse novo coração não foi capaz de vencer a velha natureza e as forças do mal sem uma Força poderosa por trás disso, e por isso ele acrescenta: “Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis.” (Ez 36.27)
Você já encontrou este Poder operante? Você tem estado sob a “lei do Espírito da vida em Cristo Jesus”?

Texto de A. B. Simpson, traduzido e adaptado por Silvio Dutra.

Fonte:https://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário