Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Reconheço Que Sou Pecador

Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado. Lucas 18:14.
Certa ocasião Jesus contou; Existiam dois homens, um Fariseu e um Publicano, estes subiram ao templo para orar, o Fariseu cheio de si, ficava em pé em lugar de destaque e dizia: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Lucas 18:11, porém o Publicano, nem se quer ousava-se levantar as vista aos céus falava; Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Lucas 18:13, para entendermos melhor essa historia vamos conhecer quem são essas pessoas:
Fariseu – O nome fariseu que dizer separado, que é igual a Santo. Estes eram Judeus devotos à Torá, membros de uma religião em que só participava pessoas com alto poder de persuasão, letrados, que possuía vasto conhecimento nas leis e escrituras, ninguém possui tanto saber quanto eles na época, eram um grupo fechado, opositor do cristianismo, eles possuíam tamanha religiosidade que se achavam melhores que quaisquer pessoas que não pertencia ao seu grupo, através deles surgiram às sinagogas religiosas.
Publicano – Cobradores de impostos nas províncias do Império Romano, estes sofriam repudio pelos judeus, pois muitos cobravam impostos além do devido, com isto suscitava a ira dos fariseus.
Através deste relato, podemos ver claramente como alguém é selecionado por Deus, embasado no que no significado das palavras, Publicano e Fariseu, aos nossos olhos humanos, certamente todos nos diríamos que a oração do Fariseu tinha mais valor, diga-se, quem não gosta de ouvir e ver alguém com eloquência falar? Porém Deus que sonda o interior sabe o intuito do coração, não julga pela aparência. Porém o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.1 Samuel 16:7, aquilo que nos é belo para o Senhor pode ser repugnante.
Deus não escolhe alguém pelo que se tem, Ele escolhe pelo que se é. Se pensarmos no curto ministério de Jesus na terra, pela autenticidade dos milagres extraordinários que Ele realizava o que não faltava eram pessoas aparentemente Santas perto Dele, Se, fossem pela logica humana, certamente os Apóstolos teriam que Fariseus, porém, Jesus, conhecedor do mais intimo do coração do ser humano, contrariou toda a nossa ideologia, chamou logo um trapaceiro para ser discípulo E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. Lucas 5:27 não sendo o bastante, foi na casa e banqueteou com outro que a sociedade desprezava.
E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico. Lucas E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa. Lucas 19:2 e 5, Nisto, Jesus está nos dizendo que nosso julgamento muitas vezes é insano. Oh! Meu Deus, como será que tu ver a maneira como são escolhidos os obreiros para a tua casa? Poucos são os Lideres que consagram e buscam intensamente a direção de Deus nas suas escolhas, escolhe-se pelos altos dízimos, pelos estudos, pelo poder aquisitivo, pelo conhecimento na sociedade, pelas vestes, qualquer parâmetro que “beneficie” os templos está sendo melhor que um coração humilde.
Quem tem dinheiro ou Q.I. (quem indicou), não demora muito para ter um ministério na Igreja, muitas vezes são pessoas leigas da fé, sem unção, vazia de Cristo, vive de aparência, falam heresias, mais, porque de alguma forma mostrou sustentabilidade financeira, está é escolhida, quanto àquele que ora, que jejuam que busca conhecer a Deus, se não tiver nada, serve para ficar limpando os bancos dos templos com suas roupas, por isso a igreja do Senhor está doente, cheia de chagas, ovelhas sem lã com feridas abertas, sendo acoitadas por lobos disfarçados de cordeiros, muitas, estão perdidas no pasto do adversário, por não existir mais diferença entre as relvas que se comem. Justamente porque seus dirigentes não são selecionados segundo o coração de Deus mais segundo o coração dos homens.
O pecado tem dominado a Igreja e seus condutores são cumplices, conivente, colocam vendas nos olhos, achando que podem dizer a Deus que não sabiam de nada, não esqueçam, Deus sonda é o coração não ver é aparência. Deus não se importa com o que você possui, se você tem poder, se você é religioso, o Senhor está procurando coração quebrantado e sincero. Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo; Filipenses 2:15, O Senhor busca pessoas que façam a diferença, pessoas que o adorem em espirito em verdade, nosso conhecimento nada é se não conhecermos de fato o verdadeiro Deus, não adianta saber sobre tudo, dominar o conhecimento e a ciência, se no final formos para o inferno, lá não precisará dos nossos préstimos nem legados, lá nada poderá ser modificado ou restaurado.
Precisamos convertermo-nos, agora, rasgar não nossas vestes mais o nosso coração diante de Deus, reconhecermos que nada somos. Pedir misericórdias pela nossa infidelidade quanto a Ele, Não adianta parecer Santo diante da sociedade, si, o parecer de Deus for contra nós. Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca. Mateus 12:34, Precisamos nos consertar na presença de Deus, não há como vestir capa diante Dele, a visão Dele ultrapassar os mistérios da alma, Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno? Mateus 23:33, Hoje é tempo de se Convertemo-nos ao Senhor, Todos nós que dizemos ser seus.
Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário