Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

sábado, 22 de março de 2014

O Grande Conflito das Eras


“Então, o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isso, maldita serás mais que toda besta e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás e pó comerás todos os dias da tua vida. E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” – Gênesis 3:14-15

Desde que Deus pronunciou esta sentença de maldição contra o diabo, logo no princípio da criação do primeiro casal, quando estes sequer tinham uma descendência, em razão de lhe terem desobedecido por influência da Velha Serpente – ficou determinado e estabelecido o grande conflito espiritual que vem se arrastando aqui na Terra, ao longo dos séculos entre dois lados antagônicos, a saber: Satanás e os seus descendentes espirituais, assim designados por se identificarem filialmente com ele; e a mulher e sua descendência que são os filhos de Deus, por amá-lo e obedecê-lo – assim designada (como mulher) porque é o corpo místico de Cristo, que tendo sido gerado de mulher, continua gerando filhos espirituais para Deus no trabalho conjunto de Cristo pelo Seu poder, e do testemunho destes membros que formam o seu corpo, a saber, os crentes.

Este corpo espiritual que continua em formação com o acréscimo contínuo de novos membros será completado no tempo do fim, quando da volta de Jesus, e a cabeça da Serpente será totalmente esmagada, apesar de lhe ter sido permitido causar danos não mortais ao corpo do Senhor, porque poderia somente lhe ferir o calcanhar.

Ora, sabedor desta profecia, por que razão o diabo se empenha tanto na luta contra Cristo e os que são da sua descendência espiritual?
A resposta é que o diabo mantém a obstinada esperança de obter uma possível vitória sobre Deus, ainda que seja no final dos tempos, em destruir o amor a Cristo nos corações de toda a humanidade.

Porventura, não tem ele conseguido implantar o comunismo ateísta em muitos países do mundo, e alguns de grande importância populacional como a Rússia e China?

Não conseguiu levar ao martírio milhares e milhares de cristãos, até mesmo fiéis, desde os dias mais remotos da cristandade, com as perseguições imperiais de Roma?

Não logrou submeter todo um grande ramo da cristandade a grosseira superstição e idolatria?

E o que dizer da Revolução Francesa patrocinada pelos Iluminatis, que tem sido o ponto de partida para a chamada Nova Ordem Mundial em plena marcha em nossos dias, com o seu ódio declarado aos cristãos e a todos os valores pregados pelo cristianismo?

Nos faltaria o espaço para enumerar todas as grandes investidas da Serpente e de sua descendência espiritual contra a mulher e a sua descendência, e podemos ver isto narrado no 12º capítulo do livro de Apocalipse.

Todavia, assim como sucedeu na luta do diabo contra Jó, Deus sempre teve e sempre terá muitos filhos amados, que jamais permitirão ao diabo, ou a qualquer poder, arrancar o amor a Deus de seus corações.

E assim, neste grande conflito, o Senhor é muito exaltado e glorificado, porque sendo esta uma luta para a conquista da mente, do espírito e do coração e seus afetos, o diabo sempre será um derrotado nela, porque os que amam a Deus o amam de fato, e sem qualquer interesse, mas os que se associam ao diabo, amam a si mesmos e aos seus interesses egoístas voltados para a obtenção de bens materiais, posição e poder.

Tal como o seu pai, amam tudo aquilo que Deus abomina, e na verdade, se detestam mutuamente entre eles próprios, pois estão cheios de vaidade, orgulho e prepotência.

E se Deus é a única fonte do amor sacrificial, não interesseiro e verdadeiro, não é possível possuir tal amor sem que se esteja participando espiritualmente em comunhão com a vida do próprio Deus. Daí a necessidade do arrependimento e da fé em Jesus Cristo, porque, sem isto, não é possível ter a referida comunhão.

Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário