Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

domingo, 13 de abril de 2014

Arrependimento – O primeiro passo a Deus

Um dos primeiros passos para quem deseja andar nos caminhos do Senhor é o arrependimento. Através do arrependimento genuíno é que a verdadeira conversão surge e não um mero convencimento de mente. O verdadeiro arrependimento sempre resulta numa atitude diante de Deus.(Romanos 12:1-2)

O livro de Ezequiel 33 diz:
Todavia se advertires o ímpio do seu caminho, para que ele se converta, e ele não se converter do seu caminho, morrerá ele na sua iniqüidade; tu, porém, terás livrado a tua alma. Demais, quando eu também disser ao ímpio: Certamente morrerás; se ele se converter do seu pecado, e praticar a retidão se esse ímpio, restituir o penhor, devolver o que ele tinha furtado, e andar nos estatutos da vida, não praticando a iniqüidade, certamente viverá, não morrerá. Nenhum de todos os seus pecados que cometeu será lembrado contra ele; praticou a retidão e a justiça, certamente viverá. (Ez 33:9;14-16)
Como vimos, a conversão genuína depende de uma ação de fé prática de quem ouve. Neste versículo citado acima mostra que a prática da retidão, ou seja, de uma vida reta e íntegra são fatores fundamentais para o arrependimento. A prática da retidão se evidencia com o abandono da prática errada e o desejo de viver uma nova vida segundo os princípios de Deus.
João Batista enfatizava esta questões quando dizia: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus – Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento. (Mt 3:2;8)
Jesus também pregava sobre arrependimento e repetia as mesmas palavras de João Batista: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.(Mateus 4:17).
Aliás, creio que o que chamou a atenção do chamado dos primeiros discípulos (Pedro e André) não foi a palavra que dizia que seriam pescadores de homens, mas aquela dita que deveriam ser arrepender (Mt 4:17-19). Na verdade no Reino de Deus a palavra de arrependimento sempre antecederá a qualquer promessa dada por Deus. Muitas são aqueles que querem as promessas de Deus, mas poucos os que desejam se arrepender para viver com Deus.
Infelizmente , ainda existem muitas pessoas que confundem arrependimento com remorso e convencimento com convertimento. Na verdade , Jesus não precisa de “simpatizantes”, mas de “seguidores praticantes”. Pois o que importa para Deus é a palavra que desce ao coração e não aquela que se estaciona na mente.
Diz o livro de provérbios:

O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. Bem-aventurado o homem que continuamente teme; mas o que endurece o seu coração cairá no mal. (Provérbios 28:13-14)
Por isso, Deus deseja que você se arrependa !!!
Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor Deus, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas sim em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que morrereis, ó casa de Israel? (Ezequiel 33:11)
Ele quer que você não se perca !
O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se (II Pedro 3:9)
Pois Ele te perdoa !!!
Eu não vim chamar justos, mas pecadores, ao arrependimento. (Lucas 5:32)
Mas Deus, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todo lugar se arrependam; (Atos 17:30)
Ele quer te salvar
Demais, quando eu também disser ao ímpio: Certamente morrerás; se ele se converter do seu pecado, e praticar a retidão , se esse ímpio, restituir o penhor, devolver o que ele tinha furtado, e andar nos estatutos da vida, não praticando a iniqüidade, certamente viverá, não morrerá. Nenhum de todos os seus pecados que cometeu será lembrado contra ele; praticou a retidão e a justiça, certamente viverá. (Ezequiel 33:14-16)
A palavra de Deus diz que Zaqueu ao ser conhecido por Jesus e vê-lo entrar em sua casa resolveu “dar aos pobres metade do que tinha e restituir aquilo que poderia ter defraudado alguém”(Lc 19:8). Vemos que foi a atitude de Zaqueu, o diferencial, que fez com que a sua salvação viesse a ser evidenciada por Cristo(Lc 19:9).
Diz as Escrituras:
E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão.
Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido. (Lucas 19:9-10)

Por isso, como Zaqueu devemos nos arrepender para que venha a salvação a nossa
casa, bem como, tempos de paz e refrigério. Como está escrito:

Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor.(At 3:19)
E assim… alegria no céu se fará !
Digo-vos que assim haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento. (Lucas 15:7)
Assim, digo-vos, há alegria na presença dos anjos de Deus por um só pecador que se arrepende. (Lucas 15:10)
Uma grave advertência do Senhor
Por isso não percamos tempo, vivendo a vida dissolutamente. O Senhor nos adverte severamente, não por força ou violência, mas de boa a vontade a nos arrependermos.
Aproveitemos o “tempo da graça” onde a misericórdia do Senhor tem se manifestado abundantemente. Aproveitem o “tempo do Cordeiro”,para se arrepender, pois haverá o tempo onde o Leão da Tribo de Judá” há de voltar e julgar cada um por suas obras quer elas boas ou más. Haverá um tempo, na grande tribulação em que essa misericórdia será substituída pelo juízo, conforme está escrito:
Os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras das suas mãos, para deixarem de adorar aos demônios, e aos ídolos de ouro, de prata, de bronze, de pedra e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar . Também não se [arrependeram dos seus homicídios, nem das suas feitiçarias, nem da sua prostituição, nem dos seus furtos. (Apoc 9:20-21)

Nenhum comentário:

Postar um comentário