Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

sábado, 3 de maio de 2014

Muitos Membros e Funções Mas um Só Corpo

“ Porque assim como num só corpo temos muitos membros, mas nem todos os membros têm a mesma função, assim também nós, conquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros, tendo, porém, diferentes dons segundo a graça que nos foi dada: se profecia, seja segundo a proporção da fé; se ministério, dediquemo-nos ao ministério; ou o que ensina esmere-se no fazê-lo; ou o que exorta faça-o com dedicação; o que contribui, com liberalidade; o que preside, com diligência; quem exerce misericórdia, com alegria.” – Romanos 12:4-8

O estômago produz ácido clorídrico para promover a digestão dos alimentos que ingerimos. Quando este ácido escapa para a faringe produz irritação, porque não tem qualquer função ali. Imagine se este ácido produzido pelo estômago migrasse para os nossos olhos?
Todavia, todo o corpo é beneficiado por este trabalho do estômago. A Igreja é o corpo de Cristo e é formada de muitos membros com variadas funções, e de diversas congregações. O corpo é de Cristo, e não do pastor, do profeta, do mestre, do evangelista, ou de qualquer outra função designada pelo Espírito Santo para o benefício do funcionamento sadio e em amor de todo o corpo.
A quem pertence o meu corpo? Ao meu estômago? Aos meus olhos? Não são todos membros uns dos outros com diferentes funções, que no seu somatório permitem o funcionamento de todo o corpo?

Pastores locais são dados por Deus às respectivas congregações que dirigem, conforme foram constituídos sobre as mesmas por chamada do Espírito Santo. Profetas e mestres são dados à Igreja, com vistas principalmente à sua instrução e edificação na Palavra de Deus, como vistas principalmente à santificação dos crentes. Evangelistas são dados para pregarem a Palavra, especialmente em áreas ainda não alcançadas pelo evangelho, com vistas à fundação de novas congregações.
A bílis produzida pela vesícula biliar é necessária e bem suportada pelo intestino, mas não seria benéfica atuando em outras partes do corpo, e assim ocorre com muitos outros componentes ativos que atuam no nosso corpo com suas respectivas áreas e funções conforme Deus delimitou para eles.
De igual modo deveria suceder em relação ao corpo de Cristo. Um membro não deve ir além da função que lhe foi demarcada pelo Senhor, e também não deve tentar impedir o pleno funcionamento de outros membros cujas atribuições são diferentes da que lhe foi designada.
Afinal, devemos seguir o comando da nossa cabeça que é Cristo, e tudo fazer para a exclusiva glória do Senhor, e para Ele, porque por meio dEle, e para Ele são todas as coisas.
Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário