Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

quarta-feira, 23 de março de 2016

ABRINDO MÃO DO IMPORTANTE

“Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo...”Fp 3.7,8a

Tudo aquilo que ocupa o centro de nossos corações torna-se um ídolo e passa a ditar nosso pensar e agir. O apóstolo Paulo tinha tido uma criação e educação aos pés de algumas das pessoas mais importantes da sua época, e poderia se gabar de suas realizações ilustres como um judeu: circuncidado segundo a lei judaica, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus, fariseu, perseguidor da igreja, e irrepreensível segundo a justiça da lei judaica.

Os predicados de Paulo poderiam ter se tornado seus ídolos, fazendo-o orgulhoso de sua posição, enquanto seu coração permanecia hipócrita e pecaminoso. Ali, ao ter um marcante encontro com o Senhor e salvador Jesus Cristo quando se dirigia à cidade de Damasco, Paulo descobriu alguém por quem valeria a pena jogar no lixo tudo o que antes ele e toda a sociedade da época consideravam lucro.

Por causa da sublimidade do conhecimento de Jesus Cristo, Senhor de sua vida, Paulo, que se autointitulou de apóstolo dos gentios, deixou de lado toda a justiça própria para encontrar em Jesus Cristo a justiça de Deus, através da fé, tendo alegria em conformar-se com ele em seus sofrimentos e morte.

Referência para leitura: Filipenses 3.12.21

Nenhum comentário:

Postar um comentário