Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

domingo, 24 de abril de 2016

EU SOU O MEU MAIOR PROBLEMA

““Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável”Sl 51.10

A pessoa mais difícil de se lidar é aquela que vemos no espelho. Nosso maior problema não são os outros; somos nós mesmos. O pecado nos adoeceu e tirou-nos o equilíbrio e a lucidez. O pecado atingiu nossa razão, nossas emoções e nossa vontade. Fazemos o que não queremos e deixamos de fazer o que desejamos. Somos um ser ambíguo e contraditório.

O filósofo Jean Jacques Rousseau disse que o homem é essencialmente bom. Estava equivocado. O homem é essencialmente mau. O também filósofo John Locke disse que o homem é uma tábula rasa, fruto do meio. Estava errado. O mal não procede de fora.Vem de dentro. O meio é produto do homem e não o homem produto do meio. Alguns dizem que o poder corrompe. Errado! O poder revela os corrompidos. Quando perguntaram para o avivalista Dwight Moody qual era o maior problema da obra, respondeu: “O maior problema da obra são os obreiros”.

Quando Davi pecou contra Deus, adulterando com Bate-Seba, não culpou as circunstâncias; reconheceu e confessou o seu pecado. Pediu a Deus um novo coração. A razão de sua queda não estava na beleza nem na sedução de Bate-Seba, mas na impureza do seu coração. Como Davi, precisamos clamar: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro em mim, um espírito inabalável”.

Referência para leitura: Salmos 51.1-19

Nenhum comentário:

Postar um comentário