Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Salmos 126.3

Alguns cristãos, infelizmente, são propensos a olhar para o lado sombrio de tudo, e se demoram mais pensando naquilo que eles passaram do que no que Deus tem feito por eles. Pergunte qual é a impressão que têm da vida cristã, e eles vão descrever seus conflitos contínuos, em suas aflições, suas tristes e profundas adversidades, e a pecaminosidade de seus corações, mas com quase nenhuma alusão à misericórdia e ajuda que Deus tem concedido a eles.
Mas um cristão cuja alma está em um saudável estado, vai se apresentar com alegria, dizendo: “Eu vou falar, não sobre mim, mas para a honra do meu Deus. Ele me tirou duma cova, e do barro de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos, e pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso de louvor ao nosso Deus. O Senhor tem feito grandes coisas por mim, e por isso estou alegre.” Tal resumo de experiência é o melhor que qualquer filho de Deus pode apresentar.
É verdade que suportamos as provações, mas também é verdadeiro que somos livrados delas. É verdade que temos nossa natureza corrompida pelo pecado, e tristemente sabemos isso, mas também é verdade que temos um Salvador todo-suficiente, que vence essas corrupções, e nos liberta do seu domínio.
Ao olhar para trás, seria errado negar que estivemos no Pântano do Desânimo, e que havíamos rastejado ao longo do Vale da Humilhação, mas seria igualmente errado esquecer que temos sido salvos e feitos úteis através deles; e não temos permanecido neles, graças ao nosso Ajudador e Líder Todo-Poderoso, que nos trouxe para um lugar rico e seguro. Quanto mais profundos são os nossos problemas, mais elevados são os nossos agradecimentos a Deus, que nos levou através de tudo, e nos preservou até agora. Nossas tristezas não podem estragar a melodia do nosso louvor, nós as consideramos como as notas baixas da música da nossa vida.
“Ele tem feito grandes coisas por nós, e por isso estamos alegres.”
Texto de Charles Haddon Spurgeon, em domínio público, traduzido e adaptado pelo Pr Silvio Dutra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário