Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Aprenda a Negar a si Mesmo

“Não atentando nós nas coisas que se veem, mas sim nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, enquanto as que se não veem são eternas.” (II Cor 4.18).

Por que deveria aprender a me autonegar?
Ainda que não seja do nosso conhecimento tudo o que está implícito no ato da autonegação, basta sabermos que este é o principal e primeiro passo que deve ser dado se quisermos ser genuínos discípulos de Jesus Cristo, conforme Ele próprio nos tem ordenado (Mt 16.24).

Se não nos auto negarmos jamais poderemos alcançar a experiência do apóstolo Paulo citada em nosso texto, porque sem isto, não é possível nos desprendermos das coisas que são terrenas e visíveis, que são temporais, por não termos o nosso coração inteiramente ligado às que são invisíveis, sobrenaturais, espirituais, celestiais e eternas.
Deus é espírito invisível e deve ser conhecido por nós também em espírito.
Mas o espírito não pode se elevar a Deus enquanto estiver preso às coisas que são pertencentes ao mundo natural.

Tudo o que Deus criou é bom e belo. E muito do que existe na natureza e que não foi atingido pela queda do homem no pecado, guarda ainda muito daquela perfeição original que foi dada por Deus a todas as coisas criadas. Mas tudo na criação natural, passa ou passará um dia.
Todavia, o homem possui um espírito imortal que foi criado para coisas superiores, melhores e que jamais passarão. É nesta vida do espírito vivificado por Deus por meio do Espírito Santo, mediante a fé em Jesus Cristo, que se manifesta toda esta imortalidade bendita e tudo o que a ela se refere.

Muitos passam pelo mundo pensando na morte física como sendo o final de tudo. Assim, toda a sua esperança está relacionada apenas ao breve tempo desta existência aqui debaixo, e não entendem que possuem um espírito que é eterno, e que se não for redimido e justificado por meio da fé em Jesus Cristo, ficará para sempre perdido em trevas eternas.

Como então se alcança esta vida superior e eterna por meio da salvação do nosso espírito?
Aqui entra como resposta a autonegação. Sem ela, enquanto estivermos cheios dos nossos próprios conceitos e filosofia de vida, sem abrir espaço para sermos instruídos pela verdade como ela se encontra na pessoa de Jesus Cristo e revelada na Bíblia, jamais poderemos receber essa nova vida do céu que está destinada para o aperfeiçoamento do nosso espírito até conduzi-lo à exata imagem e semelhança da pessoa de Jesus Cristo.
Daí se dizer que os humildes de espírito são bem-aventurados porque são eles que entram na posse do reino dos céus.

Por isso, vigie bem seus afetos irregulares e orgulho e faça duas coisas: mortifique seus desejos e modere suas paixões.
Não fixe seu coração em nenhuma criatura. Não ligue sua alma a nenhum ser da criação visível, pois todos são passageiros, e nada carregam consigo daquela vida eterna que procede do céu.

Pr Silvio Dutra
Fonte:https://estudos.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário