Menu

CONFIRAM AS PRÓXIMAS PROGRAMAÇÕES DE NOSSA CONGREGAÇÃO, VISUALIZANDO A AGENDA NO FINAL DA PAGINA

sábado, 7 de janeiro de 2017

ORAÇÃO FERVOROSA

“Atenta, pois, para a oração de teu servo e para a sua súplica, ó Senhor, meu Deus, para ouvires o clamor e a oração que faz, hoje..”1Rs 8.28
Salomão está dedicando o templo que edificou a Deus. Reconhece, entretanto, que nem o céu dos céus pode conter o Deus transcendente, quanto menos a casa que erigiu. Salomão exalta a grandeza de Deus, acentuando que não há ninguém semelhante a ele nem em cima nos céus nem embaixo na terra. Ainda, destaca que ele é o Deus fiel à sua aliança e misericordioso com o seu povo. Agora, Salomão suplica a Deus para atentar para sua oração e a sua súplica. Roga a Deus para ouvir o seu clamor.
Embora fosse o rei mais sábio e mais rico de seu tempo, Salomão se apresenta humildemente como servo de Deus. Orar é falar com o supremo soberano do universo e dirigir-se ao que está assentado no alto e sublime trono. É suplicar àquele que tem as rédeas da história em suas mãos e buscar o socorro daquele que governa as nações. Orar é ter plena consciência de que Deus é soberano e, ao mesmo tempo, misericordioso.
É exaltado acima dos querubins e habita com o contrito de coração. Orar é ter a convicção de que Deus ouve e atende à súplica daqueles que se aproximam dele com o coração quebrantado. Orar é aproximar-se de Deus, por meio de Jesus, com fervor na alma, com humildade no coração, com fé expectante, com submissão à sua boa, agradável e perfeita vontade.
Referência para leitura: 1 Reis 8.22-32

Nenhum comentário:

Postar um comentário